terça-feira, 21 de novembro de 2017

Primeiras Impressões: A Legião do Céu – Livro 1: O Destino dos Inocentes (A. M. Freire)

     Oi, gente, tudo bom?

     Recebi os capítulos iniciais de A Legião do Céu – O Destino dos inocentes, do autor A. M. Freire, publicado pela Editora Xeque-Matte, parceira aqui do Blog.

SINOPSE: Na aurora do sétimo dia, Deus descansou, e, deixou o comando de toda a criação nas mãos de Miguel – o Príncipe dos Arcanjos. Porém, tomado pela inveja do irmão e o ódio implacável pelo homem, Lúcifer declarou guerra contra os alados celestes, levando consigo um terço dos anjos do céu. O tempo permaneceu inviolável, contudo, passou. Atualmente, a humanidade está adaptada a um novo modelo social e político. Obedecem às leis de um governante influente e poderoso, o qual acabou com muitos agentes causadores do sofrimento no planeta. No entanto, as pessoas que decidiram se rebelar contra o Líder, formaram a Resistência e sobrevivem escondidas, fugindo de uma eterna perseguição com sabor de morte. Existe outra parte da sociedade renegada pelos demais, os Blasfemos. Assim são chamados aqueles que possuem poderes sobre-humanos. Aberrações usadas como objetos pelo imperador para divertir e manter o controle do homem. Em meio a esse novo mundo, surge Kenny, um garoto de 12 anos que descobre ser muito mais que um simples adolescente. Sua vida está diretamente ligada ao plano divino, obrigando o menino a encarar o próprio destino. SKOOB

     Primeiramente, o autor faz uma Introdução nos contando todo o caminho percorrido até a publicação de seu livro e – preciso falar – é inspirador! Não apenas para outros autores, mas para todos os que se propuserem a embarcar nessa aventura que é viver e correr atrás de seus sonhos. É uma lição para a vida, leiam!
     Vamos entrar na história?
     No Prólogo, tudo acontece no Sétimo Céu, onde representantes da mais alta casta dos sete céus aguardam para falar com o Criador no Templo do Infinito, no sétimo dia da criação do mundo, o dia de seu descanso. Descanso este que significa, na verdade, observação de toda a sua obra. Nesta reunião, Lúcifer também está presente, já demonstrando certa discordância quanto às decisões de Deus. Algo aconteceria, e, caberia a Miguel, Príncipe dos Arcanjos, tomar as decisões durante a ausência do Criador.
     Já nos dois capítulos iniciais, somos apresentados ao jovem Kenny, que acabara de completar doze anos, o primeiro sem seu pai. Sua mãe, Carol, no auge de seus 32 anos, tenta ao máximo proporcionar bons momentos para seu menino. Ambos possuem uma tatuagem na mão esquerda onde contém várias informações pessoais, lidas através de computadores de bolso. Esta é uma forma de distinguir os cidadãos de um grupo de resistentes, que é contra o Grande Líder e considerados bastante perigosos, excluídos pela sociedade. Por não concordar com a forma com que tal grupo era tratado, Kenny acaba ajudando um garoto, um pouco mais novo que ele, a fugir de policiais. Mais tarde, um reencontro inesperado acaba aproximando-os.
     Kenny tem pesadelos com seu pai e diversas outras situações adversas, inclusive tragédias, levando-me a crer que ainda existe muito a acontecer. Existiria alguma ligação entre Kenny e os arcanjos? E esse Grande Líder, quem é? O pai de Kenny morreu mesmo? Por que os pesadelos? Estas foram perguntas que ficaram em minha mente após esta leitura inicial.
     A escrita do autor é de fácil assimilação e um tanto cativante. A descrição das cenas é rica em detalhes e rapidamente me vi envolvida com a história, já torcendo para os novos amigos, Kenny e a criança sem nome, que tenho certeza, embarcarão em uma aventura de grandes proporções. Acredito que a leitura vale muito a pena para os fãs de ficção e fantasia!

     A Legião do Céu – O Destino dos Inocentes está em pré-venda até o dia 20/12 no site da Editora Xeque-Matte, com envio a partir de 27/12
     Ficou curioso? Use o nosso cupom de desconto LIVROSDABETA5 e garanta o seu, clique aqui


     Logo teremos mais novidades da Editora, até mais!