terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Resenha: Através da Escuridão - Antologia de Contos


Autoras: Bárbara Herdy, Emily Oliveira, Érica Azevedo, Giuliana Sperandio, Nuccia De Cicco, Ingrid M. S., Leticia Godoy e Rubanne Damas
Páginas: 100
Gênero: Ficção, Fantasia, Terror, Suspense
Nota: (5/5)
Editora: Independente
Edição: 1ª (2015)

SINOPSE: O que acontece quando super-escritoras decidem se juntar e criar uma antologia de terror/suspense? Os leitores ficam de cabelo em pé! hahaha Tive a honra de ler os contos antes mesmo da publicação e ajudar em alguns aspectos do texto e posso garantir que não me arrependi da decisão. Todas as autoras tem estilos diferentes e únicos, que notamos ao ler a antologia, mas mesmo assim as histórias se encaixam muito bem. Você não consegue parar de ler até chegar ao fim. Cada conto trabalha um aspecto diferente do terror/suspense, sejam palhaços assassinos, seres sobrenaturais ou até mesmo fantasmas, e o desenrolar de todos são bem trabalhados. Amei de verdade os contos de Halloween das autoras e devo confessar que algumas cenas me deixaram angustiada rs. Super recomendado para os fãs do gênero (e para quem quiser arriscar ficar um pouco nervoso durante a leitura hahaha).

8 autoras e 7 Contos... Querem saber como foi a experiência de leitura? PERTURBADORA e MARAVILHOSA! Muitas pessoas podem dizer que sou suspeita para falar aqui, já que adoro este Gênero Literário, mas penso o contrário, que o fato de gostar me faz ser mais exigente ainda enquanto leitora... então vamos lá...

Começando pela Sinopse, concordei em parte. Sim, fiquei angustiada com algumas cenas (muitas, na verdade!), mas discordo quanto "a ficar um pouco nervoso"... gente... fiquei em frangalhos!!!!! rsrsrs

Cada escritora, ao seu estilo, nos presenteou com um conto muito bem elaborado, rico em detalhes nos cenários e na apresentação dos diversos personagens. O desfecho das histórias são ótimos!

Confesso que li cada conto mais de uma vez, tentando escolher um preferido... resultado... NÃO CONSEGUI!!! rs... Resolvi então dar uma amostra grátis de cada conto... só para vocês sentirem o gostinho... Escolhi um trecho de cada um deles (o que também não foi fácil), confiram:

"Ela tinha apenas dez minutos até a sua respiração ser obstruída e as marcas em seu pescoço se tornarem ainda mais evidentes. Dez minutos até novos cortes surgirem em seus braços e sangue manchar o piso." (AS DUAS IRMÃS - Erica Azevedo)

"Esta noite, para a infelicidade e desespero dos habitantes deste mundo, alguém teria a sua alma testada, uma alma que pudesse aplacar a fome do Demônio. [...] Com um sorriso grotesco, de dentes pontiagudos e cadavéricos, recheado de maldade, aguardava o momento certo, quando a realidade e os sonhos se misturavam, abrindo o portal da morte para que pudesse levar a oferenda ao Demônio." (A PROVA DOS TRÊS MEDOS - Giuliana Sperandio e Nuccia De Cicco)

"Quando se deu conta, estava atravessando o acostamento e embrenhando-se entre as árvores. Ainda confusa, olhou para fora através do vidro da porta e um rosto a encarava de volta, seu próprio rosto ensanguentado, como se tivesse uma gêmea, mas a imagem logo desapareceu." (DEPÓSITO DE CORPOS - Ingrid M. S.)

"Uma força sobrenatural as puxou para baixo e tudo o que Elisa conseguia escutar era a canção triste. Uma escuridão intensa se apoderou dela e quanto mais se debatia, mais imersa se sentia... Era o fim! Teve certeza! Enquanto aceitava sua sentença, Elisa segurou com força o crucifixo que sempre trazia no peito e começou a rezar..." (CANÇÕES SOTURNAS - Letícia Godoy)

"SonhoO sonho tem um encanto que às vezes não percebemos.É nos sonhos que somos quem realmente queremos.O encanto de um sonho está no pensamento.Que revela a sua alma o que somos por dentro. (Poema das Bruxas)"(UMA HISTÓRIA NUNCA CONTADA - Emily Oliveira)

"Henry respirou fundo, trancou as portas atrás de si e parou ao centro da sala, sentindo o cheiro de formol, sangue e morte. Esses dois últimos cheiros eram mais familiares do que Henry desejava. Suas presas cresceram dentro de sua arcada dentária e sua pele repulsava vampirescamente..." (ESCURIDÃO - Barbara Herdy)

"O grito subiu por sua garganta e se misturou com a risada diabólica do palhaço que começou a andar em sua direção. Elena deu um passo para trás e escorregou no sangue do asfalto, esfolando as mãos, mas não importava. Ela sentia a mão do palhaço raspar em suas costas. Precisava correr mais rápido." (O PALHAÇO ASSASSINO - Rubanne Damas)

E aí, de qual trecho gostaram mais? Ficaram curiosos? Então adquiram pelo site da Amazon.

Meninas, vocês estão de parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!